My Twitter Feed

December 16, 2017

SINDPSI-RJ em Petrópolis

O SINDPSI-RJ esteve reunido com Psicólogas e demais categorias de Servidores da Saúde e Assistência Social de Petrópolis. O objetivo é articular ações para garantir que as pautas dos trabalhadores sejam atendidas. No momento os Servidores reivindicam a reposição salarial 2016/2017, o pagamento do abono de férias e a não alteração de carga horária das diversas categorias.

Muitos Servidores acusam o prefeito Bernardo Rossi de gastar  uma fortuna com a decoração de Natal R$ 2.500.000,00 (dois milhões e quinhentos mil reais), enquanto alega não ter dinheiro para pagar a reposição salarial referente a 2016, que estava parcelada e foi suspensa por decreto do prefeito. Além disso afirmam que há no município muitos contratados por cargos comissionados – cargos de indicação política da gestão – o que teria produzido um super aparelhamento da administração pública.

“A atual gestão tem demonstrado descaso com as políticas de Saúde e Assistência Social, e outras políticas fundamentais, como a Educação”, afirma uma servidora.

O SINDPSI-RJ constatou legitimidade das pautas apresentadas, uma vez que o gozo de férias e reposição salarial são direitos básicos dos trabalhadores. A categoria também apresenta outras demandas relativas a equiparação salarial e de carga horária entre psicólogas da Saúde e Assistência Social, pauta esta que teve encaminhamento dado pelo Sindicato.

É grave também que Psicólogas e Psicólogos não concursados que prestam serviços a prefeitura estejam trabalhando na Saúde e Assistência Social de forma precarizada, recebendo através de RPA, o que é irregular para o tipo de vínculo estabelecido em serviços contínuos.

No tocante ao encontro de articulação, o Registro da reunião ficou com a seguinte redação:

articulação dos Servidores da Saúde e Assistência Social de Petrópolis realizou na terça, 31/10, o primeiro encontro entre trabalhadores da saúde, assistência social e sindicatos de categoria, nesse momento com representantes do Sindicato dos Psicólogos e do Sindicato das Enfermeiras. O objetivo é atender ao interesse de organização dos servidores públicos, ativos e inativos, estatutários ou contratados, vinculados a Secretarias de Saúde e Assistência Social do município de Petrópolis, para fins de reivindicações trabalhistas junto a gestão municipal no tocante ao pagamento de férias, reposição salarial 2016/2017, carga horária, entre outras, que possam ser deliberadas pelo coletivo dos trabalhadores.

A insatisfação dos trabalhadores com o Sindicato dos Servidores Públicos Estatutários de Petrópolis (SISEP), que sistematicamente não atende, e não demonstra interesse em atender, as demandas apresentadas pelo servidores, expõe aqueles servidores que não possuem sindicato de categoria. Por solidariedade de classe, entendo que somos todos trabalhadores, pela certeza que o coletivo é mais potente, seguros de que nossas reivindicações são legítimas e urgentes, instituímos a primeira reunião desse coletivo de Servidores.

O desrespeito da atual gestão aos trabalhadores é um ataque as políticas públicas essenciais, como educação, Saúde e Assistência Social, por isso é urgente denunciar a população o que vem acontecendo e mobilizar os colegas que ainda não estão engajados nessa luta. Somos solidários aos profissionais da educação, que corajosamente tem resistido e demonstrado que não seremos capachos dos desmandos desse prefeito.

Por fim, deliberamos as seguintes ações:

1. Ato no dia da audiência pública, 08/11 – 18hs

2. Abaixo assinado para chamada de Assembléia no SISEP. Cabe explicar que objetivo é protocolar no sindicato as demandas dos servidores que não estão representados nos sindicatos de categoria. Não sendo atendidos, denunciaremos no Ministério Público do Trabalho.

3. Formação de comissão de representação e negociação mista composta por trabalhadores e representantes sindicais. (Vamos votar em nas próximas reuniões).

4. Produção de material informativo sobre nossas pautas e ações, que será distribuído pelos servidores colaboradores aos colegas das unidades e a população.
Observação: os sindicatos vão financiar a produção do material.
O material será distribuído no dia da audiência pública, 08/11 e na reunião do dia 09/11.

5. Carta Aberta a população, aos Conselhos de Saúde e Assistência Social.

6. Nossa próxima reunião será no 09/11, quinta-feira, com local a confirmar.
• As pauta será a avaliação da mobilização para audiência pública;
• Estabelecimento de nossa agenda;
• Assuntos gerais.

 

O SINDPSI-RJ dispõe de sua estrutura para atender a categoria e para apoiar os Servidores nessa luta.

 


Deixe um comentário